Socorro (SP) oferece infinitas oportunidades para o turismo de aventura

Socorro (SP) oferece infinitas oportunidades para o turismo de aventura

Não é preciso “escalar montanhas” para se chegar a Socorro, pois este município do interior paulista está aos pés da Serra da Mantiqueira. Uma vez no destino, porém, será difícil de controlar a liberação de adrenalina. De fácil acesso, está a somente 138 quilômetros de São Paulo, na rota das principais rodovias do estado. Para aqueles que estão à caça de esportes e atividades ao ar livre, no entanto, a maré mansa para por aqui.

Foto por Divulgação / Rios de Aventura

Conhecida como a “Cidade da Aventura”, Socorro foi a pioneira em reconhecimento neste segmento do turismo ao conseguir certificação internacional para explorar atividades esportivas. Aliando segurança à vontade de superar os limites impostos pela natureza, a variedade de práticas propostas em meio ao verde da Mata Atlântica é infinita.

Foto por Soulpics Photography

Rapel, stand up paddle, canoagem, cavalgadas, ciclismo, passeios de quadriciclo e arvorismo estão entre as opções oferecidas pelos agentes turísticos, com destaque para as tirolesas. Uma delas é, inclusive, uma das mais longas do Brasil – conta com um quilômetro de extensão – e corta os estados de São Paulo e Minas Gerais. Ainda desafiando as alturas, pode-se saltar de parapente a 1.230 metros acima do nível do mar, a partir do Pico da Cascavel.

Foto por Divulgação / danielrosa

No Parque Aventura Monjolinho ainda é possível fazer escalada, off-roadeco boat, boia cross e rafting nas corredeiras do Rio do Peixe. O circuito aquático, por sinal, é um espetáculo à parte, com acesso para majestosas quedas d’água, ideais para se refrescar nos dias quentes que se aproximam. Nas Trilhas das Cachoeiras e da Mantiqueira ainda se pode contemplar a beleza de espécies nativas da flora local, como bromélias e orquídeas, e da fauna, como pássaros e macacos. Outros trajetos abrangem as Cachoeiras dos Sonhos, do Saltinho e das Duas Quedas.

Para os que são inseparáveis dos seus cachorros, muitas destes serviços se estendem ao “melhor amigo”, como o Rafting Dog, feito em botes infláveis que comportam cinco aventureiros e um animal. No SUP Dog, o pet pode ir em cima da prancha, junto a seu dono, navegando pelas águas calmas do percurso de 900 metros. Isso sem contar os tours de caiaque e as caminhadas pela mata, excelentes programas para se fazer na companhia daqueles que estão sempre ao seu lado.

Mais informações em: socorro.tur.br

Texto por: Agência com edição de Patrícia Chemin

Foto destaque por: ProximAventura Canoar

Follow by Email
Facebook
YouTube
Instagram