Maragogipe aposta na ecologia e no Carnaval para tornar-se conhecida

Maragogipe aposta na ecologia e no Carnaval para tornar-se conhecida

Maragogipe é um dos destinos turísticos com enorme potencial a ser explorado na Bahia. Ainda pouco conhecida do principal público consumidor, o município possui diversos recursos naturais, ótimas opções para a prática de turismo ecológico com ênfase na sua área rural e principalmente o turismo náutico e a pesca esportiva.

Localizada ao fundo da Baía de Todos os Santos o município está  situada à direita do estuário do rio Paraguaçu e forma a ainda pouco conhecida e pouco explorada Baía do Iguape que é um dos pontos estratégicos para a prática de diversas atividades turísticas.  Maragogipe situa-se exatamente no ponto de encontro do rio Paraguaçu com o rio Guaí, formando uma extensa região de lagamar, cercada por cerca de 30 km de manguezais com, aproximadamente, 30 metros de largura.

Por conta desse enorme atrativo natural, a região oferece uma fauna e flora abundante e um verdadeiro santuário ecológico. Estima-se que mais 30 animais estão preservados nas matas de Maragogipe, dentre ele algumas famílias de Mico Leão Dourado, já em extinção. A flora também reserva uma enorme surpresa, onde os mangues de Maragogipe estão mais de 90% perfeitamente preservados, garantindo o verdadeiro equilíbrio ecológico. Outro aspecto importante é a localização que é bastante privilegiada. A cidade pode receber turistas de Salvador e principalmente de todas as cidades que compõe a Bahia de Todos os Santos, proporcionando um roteiro completo que inclui arte, folclore, história, artesanato e meio ambiente.

Como outras cidades da região, Maragogipe traz uma em sua formação, uma forte tradição religiosa católica, mas é também praticada com bastante força o Candomblé, prática religiosa de origem africana. A cidade que e muito pacata se transforma durante o mês de agosto, quando é celebrada a festa de seu padroeiro. O Instituto do Patrimônio Artístico e Cultural classificou o carnaval do município, que faz parte da região do Recôncavo Baiano, como patrimônio imaterial da Bahia depois de uma série de pesquisas e estudos feitos sobre a tradicional festa.

O Carnaval local, está inserido no livro de registros que abrange as manifestações artístico culturais. O Carnaval de Maragogipe tem inspiração nas festas similares que ocorriam na Europa bem no século do XIX, onde há uma forte predominância de fantasias de figuras folclóricas, como os antigos carnavais que hoje só acontecem em alguns salões privados, ou em algumas cidades Espanholas, portuguesas e ou italianas. Estando em Salvador, vale visitar Maragogipe.

Texto por: Cláudio Lacerda Oliva

Foto destacada por Rita Barreto/ Setur

Follow by Email
Facebook
YouTube
Instagram