Centros de esqui no sul do Chile são dicas para este inverno

Centros de esqui no sul do Chile são dicas para este inverno

Embora a zona central do Chile seja caracterizada por sua ampla oferta de centros para a prática de esportes de montanha e neve, os amantes das atividades de inverno recomendam cada vez mais descobrir as opções de neve no sul do país.

As estações desta região começaram a conquistar os turistas internacionais graças a duas características peculiares: estarem inseridas em uma série de Parques Nacionais chilenos com lagos e montanhas (o que torna a paisagem uma atração à parte) e serem localizadas muitas vezes na encosta ou próximo a vulcões, condição ideal para esquiar em alta velocidade. Conheça os oito principais centros de neve no sul do Chile:

Nevados de Chillán

Foto por Divulgação / Sernatur

O Centro de Esqui Nevados de Chillán é um dos mais completos do país. O local é conhecido mundialmente pela excelente qualidade de sua neve e particularmente pela beleza de seus arredores.

Os destaques incluem fontes termais vulcânicas, grandes extensões de mata nativa e uma vista panorâmica de neve e montanhas. Possui uma área de esqui de 10 mil hectares, adequada para todos os tipos de esportes de inverno. Além de contar com mais de 30 pistas, Chillán ganha protagonismo também por incluir a via mais longa da América do Sul, com 13 km de extensão, chamada “Las Tres Marias”.

Chillán também tem uma ampla gama de hotéis, incluindo resorts com spa, além de atividades ao ar livre, como trekking, mountain biking e muito mais.

Corralco

Inserido na Reserva Nacional Malalcahuello, o centro de esqui de Corralco é, graças ao seu excelente padrão de oferta turística e qualidade das pistas, o favorito de centenas de esquiadores de nível avançado do Chile e do mundo.

Com mais de mil metros de altura, possui 26 pistas com qualidade de neve imbatível. A região conta com mil hectares esquiáveis cercados por uma floresta de araucária de mais de mil anos, além de ser coroada com uma bela vista do vulcão Lonquimay.

Los Arenales

Localizado apenas 8 km a leste do vulcão Lonquimay e em meio à floresta araucária chilena, Los Arenales oferece uma alternativa menos concorrida para a prática de esportes de inverno, além de ser um ótimo lugar para conhecer a cultura mapuche, já que diversas famílias nativas vivem na região.

O centro de esqui é composto por seis faixas divididas por níveis de dificuldade em 500 hectares esquiáveis. Suas paisagens espetaculares e fauna riquíssima vêm de brinde: o local conta com vários vulcões em seu horizonte e um grande número de animais em seu entorno, como raposas, coelhos, lebres e condores.

Las Araucarias

No sopé do Vulcão Llaima, o centro de esqui Las Araucarias fica no coração do Parque Nacional Conguillío, a nordeste de Temuco. O local aposta nas suas paisagens espetaculares, enfeitadas com florestas de antigas araucárias e lagoas das cordilheiras.

Além de poder esquiar, fazer snowboard e randonnée (caminhadas), o centro oferece atividades para todos os gostos, como excursões com raquetes de neve, jantares temáticos, festas com karaokê e muito mais.

Antuco

No sopé do Vulcão Antuco, localizado no interior do Parque Nacional Laguna del Laja e a 89 km da Los Angeles chilena, o centro de esqui Antuco oferece belas trilhas imersas em florestas nativas e com vista dos vulcões. É o destino ideal para passar dias tranquilos ou aprender a esquiar sem grandes problemas, já que não conta com grandes multidões como em outras estações chilenas.

O local conta com escola de esqui, três teleféricos, aluguel de equipamentos, cafeteria e a sede do Los Angeles Ski Club, com acomodações e restaurante abertos o ano todo.

Antillanca

Foto por Divulgação / Sernatur

Para os amantes de aventura, o resort de inverno Antillanca é a escolha ideal. Um dos mais importantes do sul do Chile, está localizado no vulcão Casablanca, no meio do Parque Nacional Puyehue.

Sua peculiaridade é que ele propõe a prática do principal esporte de inverno também fora das pistas tradicionais: você pode fazer descidas extremas na encosta da montanha, em uma área conhecida como uma das mais radicais para praticar snowboard no Chile.

Para quem gosta de ecoturismo e de aventura, o verão no Antillanca oferece caminhadas, escaladas e até passeios por grutas vulcânicas.

Pucón

Considerado um paraíso natural de snowboard graças aos seus “half-pipes” e cânions naturais, o centro de esqui de Pucón é um dos mais modernos do sul do Chile.

Localizada pertinho da cidade de mesmo nome, a estação conta com pistas de excelente infra-estrutura, o que fez com que o local se tornasse anfitrião de importantes competições de esportes de inverno de nível internacional.

Cerro Mirador

Localizado dentro da Reserva Nacional Magalhães, o Cerro Mirador oferece uma vista espetacular da cidade de Punta Arenas, com o mar ao fundo.

Ideal para ser visitado com a família, o destino conta com trilhas para contemplar toda sua vegetação maravilhosa, com a beleza incomparável das florestas de Magalhães que o rodeia.

O Cerro Mirador Ski Center possui 11 pistas, com neve de excelente qualidade. Seu ponto mais alto é de 600 metros de altura, o que o torna um excelente mirante do Estreito de Magalhães e da Terra do Fogo.

Texto por: Agência com edição de Patrícia Chemin

Foto destaque por: Divulgação / Sernatur

Follow by Email
Facebook
YouTube
Instagram