Cochem, um destino de sonho na Alemanha

Cochem, um destino de sonho na Alemanha

A paisagem do vale do Mosel é considerada por muitos como uma das mais belas da Alemanha.

A cereja do bolo desse vale encantado, com um lindo castelo neogótico do Século XI ,cercado de vinhedos e com uma vista sensacional se chama Cochem.

A cidade foi colonizada pelos celtas e depois pelos romanos antes de ser mencionada oficialmente pela primeira vez no ano de 886 , doada da vizinha Abadia de Prum. Naquela época era chamada de Cuchuma.

Um centro histórico bem típico e conservado, cheio de casas estilo enxaimel, construções antigas, mostram toda a história antiga desta cidade localizada às margens do rio Mosel.

Cochem fica a aproximadamente 115 km ao sul de Colônia, e 150 km de Frankfurt. Melhor localização seria impossível! É uma ótima opção de passeio bate-volta se você estiver na região mas ela merece pelo menos 2 dias de visita.

Pertencendo ao Estado da Renânia-Platinado, ou Rheinland-Pfalz em alemão, a cidade é um verdadeiro encanto .

Deslize suavemente pelas águas do Rio Mosel em um passeio de barco, apreciando o sensacional vinho produzido em todo o vale, o riesling… só isso  já faz valer o passeio, tenha certeza!

Se estiver de carro, aproveite para passear pela estradinha beirando o rio, conhecendo os pequenos vilarejos que salpicam toda a região. Em cada uma dessas encantadoras cidadezinhas, um detalhe aqui e ali farão você querer ficar mais e mais.

As principais atrações de Cochem:

Markt (praça principal da cidade), com uma linda fonte datada de 1767, cheia de lojinhas, casas típicas bem conservadas em estilo enxaimel e restaurantes com mesinhas ao sol.

Enderttor- construído em 1.350  mostra elementos remanescentes da fortificação medieval da época. Ela garantia e protegia a entrada para o vale e está lá até hoje.

Reichsburg, o lindo castelo fica no alto da colina acima de Cochem e pode ser visto de longe como um significado de sua importância.

A história do lugar diz que há  900 anos atrás o Conde Palatino Henrique I matou sua esposa Mathilde na cama num ataque de loucura provocado por ciúmes. Esta terrível ação sangrenta ainda está relacionada hoje em lendas do lugar.O ano de 1689 foi catastrófico para o castelo e para a cidade. Os franceses ocuparam  Cochem , explodiram o castelo completamente e incendiaram a cidade.

De acordo com antigos relatos somete 400 pessoas sobreviveram a esse banho de sangue. A reconstrução do castelo começou somente 200 anos depois quando foi totalmente remodelado interna e externamente.

Dá pra chegar de carro até a entrada da propriedade e tem um estacionamento. Mas bom mesmo é subir as íngremes ruazinhas que saem da Markt apreciando os vinhedos que a cercam e o rio lá embaixo. Uma curiosidade: À entrada do castelo uma imagem enorme do Príncipe Sapo, do conto dos famosos Irmãos Grimm, faz uma alusão ao conto onde uma princesa contra sua vontade tem que hospedar o sapo onde ele acaba por se transformar num príncipe.

Cochemer Sesselbahn  é um teleférico que leva até o pico do Pinnerberg e de lá se tem lindas vistas da cidade, do rio Mosel e do Castelo. Tem cadeiras duplas abertas ou fechadas.

History Wall- Um monumento a céu aberto, fica bem ao lado da Enderttor  proporciona uma visão geral da história da cidade  de uma forma bem diferenciada e artística.

Passeio de Barco pelo Rio Mosel- Imperdível !! Funciona o ano inteiro mas durante o inverno os passeios ficam restritos aos finais de semana e tem a duração de 1 hora. O barco tem 2 andares. O andar de cima, ao ar livre, oferece a possibilidade de sentir toda a atmosfera da região dos vinhedos e proporciona belas fotos.

No andar de baixo, um bar oferece bebidas e vários pratos da culinária local. É a melhor opção para um passeio com frio ou chuva.

Cochem é um daqueles lugares que nos dá vontade de ficar. É cercada de vinhedos e pelo Mosel, rio que serpenteia toda a região, maiores produtores mundiais do fantástico vinho riesling. Restaurantes charmosos, inúmeras vinícolas pra visitar e cenários deslumbrantes fazem desse um destino de sonho na Alemanha.

Texto e fotos por: Sylvia Falseti

Follow by Email
Facebook
YouTube
Instagram