Sossego e tranquilidade em Volendam, na Holanda

Sossego e tranquilidade em Volendam, na Holanda

Creio que vem do berço: amo lugares tranquilos! O time é outro. Tanto é que vivo em um lugar assim…

E viajando, este sentimento permanece, seja aonde for. Não que não goste de um agito, mas quando quero vou até ele com o maior prazer.

Mediante isto, nesse último roteiro pela Holanda, optei por ficar em Volendam, uma cidadezinha de pescadores com menos de 30 mil habitantes a 20 quilômetros de Amsterdan – lugar também muito especial que todos têm que conhecer.

Em Volendam, a relação foi perfeita mesclando agito, sossego e felicidade…

Bom, vamos ao sossego!

História

Originalmente, Volendam foi um pequeno porto de Edam, situado na desembocadura do rio IJssel. Em 1357, os habitantes da região construíram um canal mais curto até Zuider Zee e um novo porto, pois o antigo foi represado e utilizado para recuperação de terras. Os agricultores e pescadores locais se assentaram nesse local, formando a nova comunidade de Volendam.

A maioria da população é católica e a religião está profundamente ligada à cultura do povo. Historicamente, muitos missionários e bispos nasceram e cresceram na cidade.

Situada às margens do “Ljsselmeer”, o maior lago da Holanda – que tem ligação ao mar – a cidade tem na pesca um de seus principais sustentos da comunidade local.

 Atualmente

A cidade é muito linda e possui várias lojas de souvenirs, bares e cafés, além de um porto muito movimentado por barcos de pesca e passeios.

Por sua cultura fiel aos costumes, há várias lojas de queijos e uma com espaço com visita guiada dedicada aos turistas, que podem aprender como se faz um queijo Edam – produto típico da região norte da Holanda.

Volendam também possui ruelas e charmosas casinhas de madeira onde se destacam as construções que ficam em frente ao porto. Esta pequena vila de pescadores pode ser desvendada a pé, e por aqui também há a possibilidade de encontrar moradores usando trajes típicos.

Em Volendam, comece pelo porto e vá caminhando pelo interior da cidade, sentido igreja, percorrendo as ruelas, adentrando lojas de souvenirs e admirando as paisagens típicas da região.

Hotéis, restaurante e bares oferecem comidas e bebidas locais. Há diversas opções tanto à beira do porto como em suas ruelas internas.

Locomoção para Amsterdam

Ônibus:

Se você decidir ir usando o transporte público, o preço da passagem é de 10€ e é válida para percorrer a zona durante todo o dia, por isso você também pode aproveitar para visitar Marken e outras cidades vizinhas. Os ônibus saem da Estação Central de Amsterdam e fazem várias paradas.

Alugar um carro:

Se você pensa em viajar pela Holanda e visitar várias cidades, alugar um carro em Amsterdam pode ser uma boa opção.

Texto e fotos por: Carlos Pacheco

Follow by Email
Facebook
YouTube
Instagram