Matera é a capital europeia da cultura em 2019

Matera é a capital europeia da cultura em 2019

Matera, ou a cidade das pedras, localizada ao sul da Itália, se prepara para receber milhares de turistas com uma programação cultural especial. Em 2019,  será a Capital Europeia da Cultura, e eventos diversos já celebram a ocasião.

A Capital Europeia da Cultura é uma iniciativa da União Europeia que tem por objetivo a promoção de uma cidade da Europa, por um período de um ano  durante o qual o lugar tem a oportunidade de mostrar à região sua vida e desenvolvimento cultural, permitindo um melhor conhecimento mútuo entre os cidadãos da União Europeia.

Matera, que foi escavada nas rochas e símbolo da pré história, já que foi casa dos primeiros povos desse período. Essas “cavernas”, denominadas “Sassi” foram em 1993 listadas pela Unesco como Patrimônio Mundial da Humanidade. As características fazem da cidade uma das mais admiradas de toda a Itália e um dos principais motivos para ser escolhida como cenário do filme “Paixão de Cristo”, de Mel Gibson.

A província é rica em parques naturais, sendo possível explorar a fauna através de caminhadas, bicicletas ou a cavalo. A região também possui rica culinária e excelentes lugares para banhos de mar.

Cerimônia de Abertura da Matera Capital Europeia da Cultura

Basilicata tem 131 municípios, a maioria deles com banda própria. A cerimônia de inauguração da “Matera Capital Europeia da Cultura 2019” irá reviver esta grande tradição musical do sul da Itália, começando com uma celebração extraordinária nas ruas de Matera. Será semelhante a um festival de aldeia, mas numa escala sem precedentes, enchendo a cidade com música e luzes.

Para este evento extraordinário, toda a região de Basilicata estará em Matera, mas Matera será a Europa. De fato, as Capitais Europeias da Cultura estarão representadas em Matera por suas próprias bandas de marcha.

De manhã em diante, bandas vindas de todas as aldeias de Basilicata e da Europa vão animar a cidade,

Marchando com seus instrumentos. Eles vão convergir para a cidade, movendo-se pelas estradas principais do norte, do sul, do leste e do oeste, da Murgia e até escalando a Gravina .

Mais de dois mil músicos percorrerão os bairros da cidade – Spine Bianche, Serra Venerdì, La Martella e Serra Rifusa – e chegarão às praças onde serão recebidos pelas estruturas temporárias erguidas pelos cidadãos e pelos escolares. Depois disso, as pessoas vão compartilhar um almoço de convívio nas praças de cada distrito, animado pela participação de famílias, crianças e outros – uma experiência memorável de troca e construção de relacionamentos.

Ao pôr do sol, os músicos finalmente irão convergir para o Sassi, cada banda tocando seu próprio repertório, de modo que cada beco acabará se enchendo de música. A cidade velha vai ecoar com pedaços de música criando uma verdadeira jam session. O Sassi vai brilhar à luz de velas graças à iluminação organizada pelas pessoas envolvidas no projeto Luz Social.

Graças à parceria com a RAI, um concerto conduzido por um ilustre diretor será transmitido ao vivo às 19h; às 20:00 o TG1 (a notícia no canal RAI 1) transmitirá o discurso de abertura do evento pelo Presidente da República Italiana. O evento continuará com apresentações de artistas de renome nacional e internacional que se apresentarão em diversas praças da cidade, espalhando a cerimônia pelas ruas, becos, praças e pátios.

A cerimônia de abertura não se limitará à cidade de Matera e não terminará no dia 19 de janeiro, mas ecoará por toda Basilicata. De fato, no dia 20 de janeiro, no dia seguinte à cerimônia de abertura, cada banda da Basilicata receberá uma banda estrangeira em sua própria cidade, onde tocarão juntos na praça principal e animarão o centro da cidade.

Texto por: Agência com edição Eliria Buso

Foto destacada por istock bluejayphoto

Follow by Email
Facebook
YouTube
Instagram