Uma praia pra lá de especial no litoral de Alagoas: São Miguel dos Milagres

Uma praia pra lá de especial no litoral de Alagoas: São Miguel dos Milagres

Com pouco mais de 20 quilômetros, o trecho do litoral norte alagoano, formado por Barra de Camaragibe, São Miguel dos Milagres e Porto de Pedras é destino perfeito para fugir do turismo de massa praticado nas praias de Maceió. As longas praias, sombreadas por coqueiros, são protegidas por recifes que formam piscinas naturais. São Miguel dos Milagres é um povoado simples com população maior de pescadores e artesãos.

A pequenina e bela cidade dorme em águas mansas e ao som do balançar dos coqueiros. Possui praias quase desertas e coqueirais que parece não ter fim. É um dos poucos lugares de Alagoas onde as características sociais e naturais seguem quase inalteradas. Conta com pousadas de muito bom gosto, confortáveis e em harmonia com a natureza. A região ainda recebe quantidade reduzida de turistas garantindo a qualidade do turismo ofertado, explorando a natureza e respeitando-a. Ideal para quem busca a tranquilidade e perfeito para quem vai realizar uma lua de mel por exemplo.

Foto por iStock / andremarinst

A natureza exerce o papel mais importante na vida dos moradores locais e é sem dúvida o principal atrativo turístico.  Aqui natureza convida a viver aventuras e a praticar atividades do ecoturismo: uma caminhada na praia, visita às piscinas naturais (inclusive com a possibilidade de práticas de mergulho), passeios à cavalo, visita ao peixe-boi no Rio Tatuamunha – introduzido e protegido pelo IBAMA. Convida também a relaxar à sombra de uma árvore, numa rede, com muita água de coco e uma gastronomia completa a base de frutos do mar!

No vilarejo a opção de interagir com os nativos, visitar as lojinhas de artesanatos, chupar um flau de coco, comer uma tapioca. Compartir por um determinado tempo o ritmo de vida de um povoado simples a beira-mar, onde se pode respirar ar puro todos os dias, acordar e dormir cedo, viver do mar e da terra.

Foto por iStock / andremarinst

O lugar é lindo, cores mágicas! A maioria das pousadas fica praticamente pé na areia e oferecem decoração e instalações esmeradas e atendimento acolhedor. A maioria dos meios de hospedagem oferecem refeições e tem seus próprios restaurantes. Para as compras e pequenas lembranças não deixe de visitar o Marcos Lima que produz as Sandálias Lima, feitas totalmente de couro e solados amazonas. Já Ciro Procópio usa o coqueiro como matéria prima pra fazer faqueiros, luminárias, jogos americanos e outras peças. Já o artesão Wilson Ferreira da Silva, escolheu os troncos de jaqueira e mangueiras para criar bancos, mesas e molduras lindíssimas. Visite a praia do Marceneiro, faça o passeio de jangadas nas piscinas naturais, sempre na maré baixa e vá nadar e fotografar a praia do Toque, uma das mais belas do nordeste.

Onde ficar – Casa Acayu, Aldeia Beijupirá, Pousada do Toque

Como chegar – De carro a partir de Maceió, o caminho é pela AL -101. Os primeiros 50 quilômetros seguem paralelos as praias e ao oceano.  Depois disso a estrada segue pelo interior. Após atravessar São Luis do Quitunde, deixe a rodovia principal e vire a direita em direção a Passo de Camaragibe, onde a estrada volta a encontrar o mar- Siga mais 12 quilômetros até chegar em São Miguel dos Milagres.

Quando ir – O ano inteiro. Evite o período de maio a julho onde as chuvas são constantes, mas o sol sempre dá o ar da graça.

Quem leva – Consulte a cvc.com.br ou a decolar.com. Quem não desejar comprar pacotes pode se programar para comprar os bilhetes com a Gol, Azul e Tam e descer em Maceió. São aproximadamente 120 km. Recife também é boa opção, São 185 quilômetros, mas as tarifas aéreas podem ser mais baratas, pois há mais voos partindo de Congonhas e ou Guarulhos e ainda há a opção de comprar os bilhetes com a Avianca, além das citadas acima.

Texto por: Cláudio Lacerda Oliva

Foto destaque por: iStock / andremarinst

Follow by Email
Facebook
YouTube
Instagram