5 mercados natalinos para conhecer no Leste Europeu

5 mercados natalinos para conhecer no Leste Europeu

Quem não sonha com lareiras crepitando, flocos de neve cobrindo árvores, ruas, casacos e gorros, do branco mais puro, luzes brilhando, crianças cantando em coro tal qual anjos, o cheiro do vinho quente e dos doces, dos biscoitos de gengibre e mel? Tudo parece evocar uma época distante, parada e eternizada no tempo, em que as horas não passam e somos todos um só, a espera de Papai Noel, da renovação dos tempos e da esperança de um mundo melhor. Assim é o espírito de Natal, e sua “persona” parece incorporada em algumas das mais lindas cidades do leste europeu, com seus fascinantes mercados natalinos – um programa espetacular para todas as idades, durante todo o mês de dezembro.

Para quem pensa em visitar algum desses icônicos bazares de natal, a Interpoint Viagens e Turismo, agência especializada em experiências de luxo, elegeu 5 destinos com mercados de rua imperdíveis no leste europeu. Confira:

Praga, República Tcheca

Foto via Divulgação

A começar com Praga, na Cidade Velha e na Praça Venceslau, tudo é encantamento ao longo das barracas típicas que vendem de salsichas, e o delicioso bolo trançado (vánocka), à especialidades locais e vinho quente, cristais, artigos de vidro tcheco e brinquedos de madeira. Não há como não se encantar com as marionetes representando bruxas e personagens fantásticos do teatro tcheco, as velas perfumadas, chapéus, cachecóis e bonecos de neve. No centro de cada praça, a grande atração é a árvore de Natal, em torno da qual acontecem espetáculos culturais, apresentações de dança e música. Além destas duas praças, há mercados paralelos e igualmente fascinantes na Praça da Paz e em frente ao Castelo de Praga.

Budapeste, Hungria

Foto via Divulgação

Em Budapeste, o cenário é a Praça de São Estevão, onde fica a imponente Basílica de mesmo nome, um dos mais belos monumentos da cidade. Uma pista de patinação no gelo, especialmente concebida para crianças e famílias, e um show de luzes, ao lado de manifestações artísticas e musicais entretem e encantam a todos. Mas o destaque é o show com projeção 3D, visto de todos os cantos da praça, com direito a óculos 3D, para dar o tom completo da magia. Ao redor da tradicional Praça Vorosmarty espalham-se centenas de chalés do estilo de montanha, para venda de tudo que se pode imaginar – do pão húngaro (lángos), salsichas e carnes grelhadas, à doces típicos de Natal feitos com sementes de papoula, nozes e passas, à chocolates recheados de marzipan e geléia de frutas para pendurar na árvore, strudel, castanhas assadas e aguardente de damasco, entre outras delícias.

Liubliana, Eslovênia

Foto via Divulgação

Já em Liubliana, capital da Eslovênia, a Feira Festiva dá nome ao mercado local natalino. Tudo acontece no centro histórico da cidade, em um cenário que remonta aos contos de fada, com seu majestoso castelo todo iluminado. As praças da cidade enchem-se de tentadoras barracas, e a música toma conta do ambiente, em noites brancas, cheias de neve. A chegada de São Nicolau veste-se de pompa e circunstância, e para celebrar, crianças com vozes de anjos entoam cantos natalinos, levando a “plateia” à mais pura emoção. Tocadores de realejo, doces típicos, biscoitos natalinos que parecem brinquedos coloridos, são alguns dos tesouros que o Natal esloveno nos permite descobrir.

Bratislava, Eslováquia

Foto via Divulgação

Bratislava, na Eslováquia não deixa por menos. O mercado de Natal ocupa toda a praça principal, no coração desta linda capital do leste europeu, na fronteira com Áustria e Hungria, às margens do rio Danúbio. Não deixe de provar a célebre panqueca de batata, com vários e saborosos recheios, inebrie-se com o Ponche de frutas, ou Mulled Wine, ou com a receita do prato tradicional – a carpa eslovaca, típica das mesas de seus habitantes. Percorra ruas iluminadas e enfeitadas, pequenas feirinhas de bairro onde irá encontrar lindas bolas decoradas para pendurar na árvore de Natal, e se tiver um tempinho, não deixe de visitar a única entrada que a cidade manteve das antigas muralhas – o Portão de St. Michel, com seu telhado de cobre do século XVIII. Destaque também para o trabalho de ceramistas, ferreiros e vidraceiros locais, um belo presente para os olhos, que vale a pena adquirir e levar de lembrança.

Cracóvia, Polônia

Foto via Divulgação

Por fim, a Cracóvia, antiga capital da Polônia e destino mais importante do país, também reserva gratas surpresas. Conhecida por sua arquitetura espetacular e obviamente dona de uma tradicional e imponente praça principal, Cracóvia também faz belos e animados mercados de Natal, sendo o mais famoso o que acontece em frente ao Palácio dos Panos e ao redor da Basilica de Santa Maria, em um cenário memorável, principalmente se há neve no dia. Perca-se pelas barracas que vendem magnificas jóias de âmbar do Báltico, outras com esculturas em madeira, cristais da Boêmia, roupas, peles, chinelos, doces, vinhos e cerveja quente, salsichas polacas, sopas e ensopados. Tudo isso embalado com corais natalinos, danças folclóricas, shows e mini presépios. Aqui, tudo é pura magia, tudo é Natal.

Texto por Agência com edição de Carolina Berlato

Imagem Destacada via Divulgação

Follow by Email
Facebook
YouTube
Instagram